Na história do rock têm surgido, à semelhança de outros géneros musicais, vários virtuosos, ou seja, instrumentistas que se distinguem pela velocidade e qualidade na execução. Desde os anos 80 do século XX, surgiram nomes ligados à guitarra eléctrica, como Joe Satriani, Steve Vai, Ynqwie Mamstein, Eric Johnson e Jonh Petrucci .

Mas nos últimos dois anos, o executante mais falado tem sido Jeong-Hyun Lim (1984), um guitarrista coreano que se tornou conhecido através do site  Youtube, onde publicou um vídeo no qual executava o Cânone de Pachelbel (1653-1706).

Mas creio que  o seu sucesso se deve não só ao seu vistuosismo ( porque há mais executantes como ele), mas deve-se também à escolha do tema, uma vez que apresenta uma obra com cerca de 300 anos, com um novo arranjo e num estilo completamente diferente do original. Este vídeo foi comentado no  The New York Times e em muitos programas de televisão americanos.

Esta interpretação levanta várias questões... será que chegou a altura de reinventar o repertório erudito? Devemos dar-lhe novos arranjos e utilizar novos instrumentos?

Existem várias opiniões diferentes acerca deste assunto, mas creio que este é um dos caminhos possíveis, uma vez que é uma forma de difundir e de dar a conhecer o extenso repertório erudito, tantas vezes esquecido,  por puro desconhecimento.

 

Cânone de Pachelbel, por Jeong-Hyun Lim. Apresenta uma excelente improvisação, cerca dos 3.30.

 

 

publicado por ProfZ às 09:47 |

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

RSS
SAPO Blogs