Este vídeo surge na sequência de uma iniciativa do jornal The Washington Post para lançar o debate sobre o valor e o contexto da arte.

 

Numa estação de metro de Nova Iorque, numa manhã de um dia de semana, um senhor de calças de ganga e camisa, tira de uma caixa um violino e começa  a  tocar. As pessoas passavam apressadas e praticamente o ignoraram. Ninguém sabia que era o músico Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, e executava peças musicais consagradas num instrumento raríssimo, um Stradivarius de 1713, estimado em mais de 2 milhões de euros. Uns dias antes, este músico deu um concerto no Symphony Hall de Boston, onde os bilhetes custaram cerca de 700 euros!
 

Esta experiência mostra-nos que estamos habituados a dar valor às coisas, quando estão num contexto...

 

 

publicado por ProfZ às 09:24 |
É verdade.. dá mesmo que pensar...
Há uns tempos vi tb na internet uma história de um quadro pintado por um miúdo pequeno que foi colocado numa grande galeria de arte, no meo de artistas reconhecidos. Os críticos não deram por nada... e até explicaram a dita "obra de arte"...
ProfZ a 25 de Junho de 2008 às 19:26

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

RSS
SAPO Blogs