Mozart (1756-1791) foi um compositor austríaco  e intérprete de música erudita do Período Clássico.

 

Quando era pequeno, aprendeu a tocar cravo ( um instrumento anterior ao piano), mas rapidamente passou a executar pianoforte, um instrumento inventado pouco antes de Mozart nascer. 

A técnica de execução é completamente diferente da do cravo. Como o seu próprio nome indica, o pianoforte é capaz de produzir som com intensidade mais forte (forte), ou mais fraca (em italiano piano), ou seja, tem um amplitude dinâmica maior do que o cravo.

Além disso, as cordas do pianoforte,  vibram durante mais tempo do que as do cravo, permitindo assim, que cada um dos sons executados fosse mais longo. Isto permitia efeitos de eco e criação de fraseado, até aquela altura impossíveis de interpretar.

Foi a pensar neste novo instrumento, que Mozart compôs as suas sonatas para piano. A Sonata  para piano K545 em Dó Maior, foi uma das últimas e utiliza em pleno, as potencialidades do novo instrumento... o pianoforte, depois abreviado para piano.

Uma animação de Osvaldo Cavalanti, simples, utilizando apenas uma linha, mas com muito sentido e humor que dá expressão à Sonata K545 de Mozart.

 

publicado por ProfZ às 09:15 |

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
Escreva-me

arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Visitas
cool graphics
RSS
blogs SAPO