Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde.


E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de forma que acabam por não viver nem no presente, nem no futuro.

 

E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido.

 

 

Dalai Lama, monge e líder político do Tibete

 

 

 

publicado por ProfZ às 08:37 |

 

Encontrei esta excelente ideia aqui, e não resisti....

Umas extensõezinhas destas, para além de serem muito bonitas... davam muito jeito...na sala de professores da minha escola!!!...

Às vezes é um caos de fios.... com tanto portátil !!!!

 

publicado por ProfZ às 08:42 |
sinto-me: Com ideias brilhantes!

 

Trata-se de um instrumento musical com lâminas de metal, como o metalofone, com um teclado e um mecanismo de martelos semelhante ao do piano. Tem uma caixa de ressonância de madeira e pedais para prolongar ou abafar o som.

 

Foi inventado em 1886 pelo francês Auguste Mustel e utilizada pela primeira vez no ballet "O Quebra Nozes" de Tchaikovsky em 1892.

 

Vários compositores utilizaram a celesta nas suas orquestrações como Strauss, Ravel, Gershwin, Bartóck entre outros.

 

O compositor John Williams também utilizou este instrumento na obra Hedwig's Theme, do  filme Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001).  A  sonoridade suave e misteriosa da celesta, semelhante a pequenos sinos, era perfeita para o efeito que se pretendia para o filme.

Uma vez que tem um teclado, este instrumento permite executar várias notas em simultâneo e com uma  duração curta, ou seja, permite executar notas numa sequência rápida.

 

A celesta surge em destaque no primeiro tema a ser executado neste vídeo.

 


publicado por ProfZ às 09:24 |

 

Este é um tema de grande sucesso da norte-americana Aimee Mann.  Para quem não se lembra, pode ouvir aqui a versao original, ao vivo.

 

 Com base neste tema, o pianista português Júlio Resende gravou no seu primeiro trabalho discográfico Da Alma (2007) uma versão em estilo jazz, com Alexandra Grimal (saxofone tenor), João Custódio (contrabaixo) e João Lobo (bateria). Embora longa, é uma excelente interpretação, e vale a pena ouvir até ao final. 

 

 

 

publicado por ProfZ às 09:15 |

 

Foi divulgado um estudo da responsabilidade do cardiologista David Matlock, da faculdade de medicina da Universidade de Illinois nos Estados Unidos, que afirma que a música «Stayin alive», dos Bee Gees, tem o ritmo perfeito para ser seguido durante procedimento de massagem cardíaca feito em vítimas de ataque cardíaco.

 

De acordo com o manual da American Heart Association, as compressões no peito da vítima devem ser feitas, durante o procedimento de ressuscitação cardiopulmonar (RCP), ao ritmo de 100 vezes por minuto, quase o mesmo do refrão de «Stayin alive», que é de 103 batimentos  por minuto.

 

Depois de cinco semanas a praticar a RCP com o auxílio da música, foi pedido que os participantes realizassem a RCP novamente mentalizando a música, e o bom ritmo das compressões foi mantido.

 

"O tema 'Stayin' Alive' é muito apropriado para a situação", disse Matlock  numa entrevista. "Todos já ouviram a música pelo menos uma vez na vida. As pessoas conhecem a música e ela pode ser mentalizada."

 

Trata-se de um tema de 1977, um enorme sucesso do grupo Bee Gees. Vale a pena ver/recordar os penteados  e os trapitos que se usavam nesta época!!!

 

publicado por ProfZ às 08:47 |

"Não há inspiração sem trabalho"

 

Já dizia Igor  Stravinski (1882-1971), compositor russo. 

 

Por isso, o melhor é mesmo trabalhar...

 

 

publicado por ProfZ às 09:09 |
sinto-me: Muito, muito inspirada

 

Às vezes ouvimos músicas elaboradas.. com harmonias complicadíssimas e gostamos delas por isso mesmo, por serem muito ricas em harmonias, timbres, contrapontos e sequências melódicas.

Mas a beleza também pode estar na simplicidade de uma melodia, na simplicidade de um acompanhamento, ou na beleza de um poema.  Basta gostar... gostar e fruir... a saborear a simplicidade... deliciei-me com este tema interpretado por Luz Casal.

 

publicado por ProfZ às 09:30 |

 

Mais um post (como se diz isto em português????) sobre a música apenas vocal... parece que é o  tema da semana nas minhas aulas

Nunca é demais referir que "a cappella" significa que uma música  é interpretada apenas  por vozes, não havendo a participação de instrumentos musicais. Este termo é italiano, e significa "como na capela" porque  no início da história da religião cristã, os instrumentos musicais não eram utilizados nas igrejas.

Desta vez escolhi um tema musical dos desenhos animados... Os Simpsons...

 

 Uma notinha... o termo a cappella, nos dicionários italianos, tanto aparece com um "p", como dois "pp". Por isso, ambas as forma estão correctas.

publicado por ProfZ às 09:20 |

Este poderia ser  um título estrondoso há uns anitos... mas hoje não tem nada de especial. Apareceu mais um... site.

 

O que achei original foi o seu conteúdo!

Há uns tempos escrevi aqui sobre a perfeição ...que só se atinge com muita prática...

Estava longe de imaginar, que a gatinha que era a protagonista do vídeo que escolhi era, nem mais nem menos, uma gatinha muuuuuuito especial.

 

Tem um site... onde conta ( na primeira pessoa!) a história da sua vida, tem galeria de fotos, postais, livros, cartas de fãs e por aí fora...

Ah! e como qualquer celebridade que se preze, tem um blog  onde escreve sobre as suas habilidades artísticas.

Curioso? Vale a pena visitar o Site da Nora e o  Blog

 

 

 

publicado por ProfZ às 09:05 |

 

A propósito de um excerto musical que passei numa das minhas aulas e que foi do agrado de muitos ouvintes... aqui fica a versão integral de "Dunas" do GNR, numa interpretação  a cappella (=só vozes) de Vozes da Rádio.

Este grupo português,  constituído por cinco elementos,  para além de composições originais, intrepreta também músicas dos mais variados estilos, utilizando apenas as vozes nos seus arranjos.

 

 Podem visitar aqui, o site deste grupo cheio de humor...

publicado por ProfZ às 08:55 |

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
Escreva-me

arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Visitas
cool graphics
RSS
blogs SAPO