Blue Man Group é um  grupo muito criativo dos Estados Unidos fundado por Phil Stanton, Chris Wink y Matt Goldman, nos anos 80.


Formado por três homens vestidos de preto com as caras pintadas de azul e toucas de natação azuis, executam temas que se integram no estilo Rock, mas dando uma grande ênfase à percussão, aos instrumentos originais, ao teatro, à expressão corporal, ao humor e à participação do público. Também são conhecidos por utilizar protecções de plástico nas primeiras filas da plateia, para proteger o público das várias substâncias que são atiradas e pulverizadas do palco, como comida, tintas etc.

 Dos seus instrumentos originais destaco o Drumbone ( de drums  e trombone), feito com tubos de PVC, que produz som quando é percutido e é possível alterar a altura das notas, deslizando, aumentando ou diminuindo, o comprimento do tubo.

 

 

publicado por ProfZ às 08:42 |
sinto-me: muito curiosa...gostava de ver

 

A partir de hoje, Lisboa vai receber no Rock in Rio, muitos artistas de renome internacional.

 

Como noutros eventos, também os organizadores deste festival receberam listas de exigências das estrelas que este ano participam no Rock in Rio. Algumas um pouco estranhas,

outras muuuuito gulosas.....

Li aqui e copiei na íntegra.

 

 

Amy Winehouse:
- Especifica a marca dos vinhos e o ano da colheita
- Canecas de porcelana chinesa

Metallica:
- Só querem produtos orgânicos
- Dois bifes crus
- A comida não pode ser confeccionada com álcool
- Querem 12 garrafas de «boa cerveja portuguesa»
- Trazem dois chefes de cozinha

Tokio Hotel:
- Um camarim próximo do palco, mas não na área de camarins
- Muitos doces: bolos, chocolates, bombons e gomas com a forma de ursinhos

Lenny Kravitz:
- Contentores para separação de lixo no camarim, palco e backstage
- Seis a oito ementas de restaurantes portugueses que estejam abertos durante a madrugada, para encomendar comida

Bon Jovi:
- Canja de galinha
- Comida sem glúten

Joss Stone:
- Comida vegetariana

Rod Stewart:
- 24 Bolas de futebol
- 100 Toalhas
- Duas Limousines
- Um secador de cabelo

Skank:
- Cerveja Sagres
- Um pacote de pastilhas

Ivete Sangalo:
- Toalhas pretas, que têm obrigatoriamente de ser novas
- 130 Brigadeiros
- 100 Peças de sashimi (peixe cru)

Alejandro Sanz:
- Camarim com casa de banho privada no interior

Orishas:
- Toalhas de mão pretas
- Águas Evian e Perrier
- Uma garrafa de Rum Havana Club com 7 anos

Moonspell:
- Latas de atum
- Uma refeição quente que seja nutritiva, completa e energética

Apocalyptica:
- Não pode existir nada nos camarins que contenha nozes (um dos membros da banda é alérgico)
- Não querem comida cozinhada com manteiga, só com azeite

Machine Head:
- Toda a comida deve ser orgânica
- Não querem água da marca francesa Evian (é a marca pedida pela maioria dos artistas)
- Não querem doces nos camarins

Kaiser Chiefs:
- Água vulcânica Figi
- Garrafas de bebidas brancas em miniatura

Muse:
- Não querem nada de plástico no camarim
- Duas escovas de dentes e uma pasta de dentes
- Ingredientes crus para cozinharem no próprio camarim

The Offspring:
- 60 chávenas
- Um souvenir local
- Uma bebida tipicamente portuguesa

Linkin Park:
- Proíbem o fumo na área de camarins e backstage
- Não pedem bebidas alcoólicas

 

publicado por ProfZ às 21:19 |

 

Foi este o nome que os autores deram a esta animação inspirada no quadro "A mulher que chora" (1973) de Pablo Picasso.

 

 Realizada por alunos da Universidade de Ciências e Tecnologia de Taiwan, esta animação retrata uma mulher que tenta  ficar mais bonita...

O resultado...

 

 

 

publicado por ProfZ às 09:14 |

É o novo vídeo da cantora portuguesa Susana Félix, envolto no encanto dos anos 50.

Mais um excelente trabalho...

 

 

publicado por ProfZ às 08:47 |
sinto-me:

 

 

publicado por ProfZ às 09:24 |

 

 5 mulheres (Ana Claudia, Marina Henriques, Mónica Rocha, Sara Jonatas e Catarina Ribeiro), que desde 2001 têm vindo a trabalhar num projecto com novas sonoridades, através da percussão, voz e acordeão. São as Tucanas.


Compositoras dos seus temas, inspiradas nas suas vivências pessoais e em grupo, assumem a influência da música tradicional portuguesa, brasileira e africana.

Utilizam o seu próprio corpo como instrumento, assim como surdos, bidões, cabaças e outros instrumentos por elas idealizados.

O espectáculo é composto por uma forte componente cénica, onde brincam com o ritmo e a harmonia dentro de um visual muito próprio, entre a sensibilidade feminina e a força  de tocar percussão.

"Maria Café" é o seu 1º primeiro registo discográfico gravado nos estúdios de Rui Veloso, em Vale de Lobos e foi lançado no passado 14 de Janeiro. Participaram no último concerto dos D' Zrt, e no hino deste ano do Pirilampo Mágico

Um trabalho notável... no feminino... com provérbios, jogo de vozes e muito ritmo.
 

 

 

 

publicado por ProfZ às 09:07 |

 

 

publicado por ProfZ às 08:31 |

Hoje mais parece um dia de Outono em plena Primavera...Chuva e mais chuva.

 

Tanta água  recordou-me a "Música Aquática" de Haendel ( 1685-1759), um compositor barroco nascido na Alemanha.

Este compositor trabalhou  como compositor na Itália, Alemanha e Inglaterra... já na sua época!!!

 

Haendel compôs em 1717, em Inglaterra, a obra "Water Music" , composta por três peças (três suites), uma espécie de serenata ao rei Jorge I para um passeio de barco no rio Tamisa.

Documentos da época relatam que terá sido executada por cerca de 50 músicos em  barcaças que iam ao ao lado do barco do rei. Este  terá gostado tanto da música,  que a obra foi repetida três vezes.

Deslizando pelo Tamisa ao som destes acordes de Haendel...Um concerto sem dúvida original...

 

Esta obra, por ter sido composta para ser executada ao ar livre, é caracterizada por ritmos bem marcados, e potência na execução. Para isso, Haendel utilizou instrumentos de som forte, como trompetes, trompas, oboés, fagotes, flautas, violinos e violoncelos.

 

Musica Aquática, Suite Nº 2 en Ré Maior,  de Haendel  

 

publicado por ProfZ às 10:57 |

 

Vi aqui, e seu  autor foi Abc Dário

publicado por ProfZ às 10:32 |
tags: ,

É notícia hoje na Lusa, que foram encontradas num mosteiro na Polónia, cerca de 20 obras que provalmente pertencem a Mozart (1756-1791).

 

Algumas têm a assinatura do compositor, mas não constam do catálogo Koechel (elaborado por Ludwig von Koechel), que recolhe a totalidade da obra de Mozart. As restantes obras estão a ser analisadas por musicólogos para se determinar a sua autoria.

 

Esta  é uma importante descoberta, embora se saiba que há

muitas obras deste e de outros compositores que não chegaram até nós.

 

Nesta época o papel era escasso e tinha que ser reutilizado. As obras musicais eram executadas uma única vez e depois o papel onde estavam escritas, servia para os mais variados fins, estre eles... fazer embrulhos, enrolar á volta do tronco das árvores pequenas, para as proteger dos roedores, etc...

Assim se perderam muitas peças musicais, obras únicas que não voltarão a ser tocadas... e ouvidas...

 

publicado por ProfZ às 17:20 |
tags:

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
Escreva-me

arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Visitas
cool graphics
RSS
blogs SAPO