A formação musical na infância tem um efeito positivo e duradouro na forma como o cérebro processa o som na idade adulta, sugere um estudo publicado na revista Journal of Neuroscience.

 

À medida que envelhecem, as pessoas sofrem alterações no cérebro que comprometem a audição. A resposta a alterações bruscas de som, importante para a interpretação do discurso, é feita de forma mais lenta pelo cérebro dos idosos.

 

Contudo, estudos anteriores desmontaram que este declínio associado à idade não é inevitável, a formação musical pode compensar estes e outros declínios cognitivos.

 

Neste novo estudo, os investigadores da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos da América, decidiram avaliar se a formação musical na infância estava associada à forma como cérebro respondia ao som, anos mais tarde.

 

Para o estudo, os investigadores contaram com a participação de 44 adultos saudáveis que tinham entre 55 e 76 anos de idade. Os participantes escutaram a sílaba «da» a partir de uma voz sintetizada, enquanto lhes era medida a atividade elétrica através dos potenciais evocados auditivos do tronco encefálico. Esta é a região cerebral que processa o som, estando também envolvida na função cognitiva, sensorial e na função de recompensa.

 

O estudo apurou que apesar dos participantes não terem tocado, nos últimos 40 anos, qualquer instrumento, os que tinham recebido formação musical entre os quatro e os catorze anos de idade respondiam mais rapidamente aos sons, na ordem dos milésimos de segundo.

 

«Ser um milésimo de segundo mais rápido, não parece muito, mas o cérebro é muito sensível ao tempo e um milésimo de segundo em milhões de neurónios pode fazer diferença na vida das pessoas», revelou, em comunicado de imprensa, Michael Kilgard, investigador.

 

«Este estudo alerta para a importância que a educação musical na infância pode ter na saúde décadas mais tarde», disse uma das autoras do estudo, Nina Kraus.

 

Por outro lado, estas descobertas também confirmam que o investimento que as pessoas fazem na infância ao nível cerebral continua a ser benéfico anos mais tarde.

 

 

Maria João Pratt

in crescer.sapo.pt

publicado por ProfZ às 16:22 |

"A música está em tudo.

Do mundo sai um hino."

(Victor Hugo)

mais sobre mim
pesquisar no blog
 
Escreva-me

arquivo
2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Visitas
cool graphics
RSS
SAPO Blogs